Por que você deve proteger seu patrimônio? Saiba os benefícios de ter um alarme residencial

Crédito da imagem: Pixabay.com

Quando você coloca casa à venda em Florianópolis, por exemplo, isso pode significar que ela vai ficar fechada por um tempo, e para algumas pessoas má intencionadas, isso pode ser um prato cheio para tentativa de driblar a segurança e invadir o seu imóvel. Por isso, não se pode relaxar e a segurança deve estar em primeiro lugar!
Esse é só um exemplo do que chama a atenção de marginais, mas nem sempre é preciso que o dono saia do imóvel para que os bandidos tentem tirar proveito. Por isso, é preciso estar sempre preparado para qualquer surpresa. E entre as várias maneiras de proteger o seu patrimônio está a instalação de um alarme residencial, que pode estar ligado a uma central de monitoramento para garantir a sua segurança e seu sono.

Nem sempre os imóveis são tão seguros quanto aparentam ser, todo cuidado nesse quesito é pouco quando o assunto é lidar com pessoas que estão mal-intencionadas e prontas para lesar o próximo, seja por qual for o motivo.
Por isso, separamos uma lista com 7 dicas de medidas de segurança que você pode tomar para proteger a sua casa e se prevenir de situações que podem te colocar em perigo. Vamos lá?

1. Busque informações sobre os vários tipos de sistema de segurança
Essa parece ser uma dica um pouco ampla, já que são vários os tipos de serviço que estão disponíveis no mercado. Porém, é essencial que se pense nela como fundamental, pois o serviço deve ser escolhido de acordo com o perfil dos moradores e as necessidades de cada imóvel.
Colocar cercas e portões elétricos para impedir a entrada de pessoas estranhas é um ponto inicial, mas decidir se a casa será monitorada 24 horas, só irá contar com alarme residencial, ou se haverão homens para fazer a ronda a cada hora. Tudo isso diferencia diante do perfil e das necessidades do cliente.

2. Assistência profissional
Não relaxe com a segurança e conte sempre com o apoio de profissionais para te auxiliar na decisão das melhores estratégias e também na aquisição de equipamentos e serviços. O mercado de alarmes residenciais cresce a cada, justamente porque os índices de criminalidade também são crescentes e cada vez mais as pessoas precisam se proteger, mesmo dentro de seus lares.
Contrate um profissional habilitado para essa função na hora de fazer uma avaliação de risco com o intuito de adquirir os melhores equipamentos e serviços para atender as suas necessidades e colocar você e sua família em segurança.

3. Conte com o apoio da tecnologia
Para o seu bem-estar e da sua família opte por sistemas que tem conexão independente e exclusiva com a internet para que você mesmo possa ter acesso ao monitoramento da sua residência e ter acesso ao alarme em caso de acionamento.
Com esse tipo de acesso remoto você também pode controlar as funções via o seu celular, e por acaso, se você esqueceu de acionar o alarme, isso pode ser feito facilmente através da internet.

4. Troque chaves por biometria
Você pode reparar que muitos muitos apartamentos à venda em Florianópolis já não usam as chaves como a forma principal de entrar em casa. São inúmeras as possibilidades de acesso residência, mas as fechaduras comandadas pela biometria estão ganhando bastante espaço no mercado.
Essa tecnologia também permite, por exemplo, que todos os acessos e históricos sejam gravados e que, em caso de necessidade, você pode saber quem acessou o hall de entrada do seu prédio, a portaria ou até mesmo tentou abrir a fechadura biométrica da sua casa. É a tecnologia trabalhando a favor da segurança e isso deve ser levado em conta pelos clientes que buscam por mais tranquilidade em seus lares.

5. Acendimento automático das luzes
Esse item pode auxiliar na locomoção e também na segurança da casa. Instalar módulos de acendimento automático das luzes por sensores de movimento é uma maneira de se proteger.
Quando instalar o alarme residencial é interessante fazer a instalação das luzes automáticas para garantir que a qualquer percepção de movimento o ambiente fique claro e, em sinal de perigo, o alarme é disparado.
As luzes também podem ser programadas para acender em horários específicos para manter a casa iluminada. Nada tão ruim do que chegar em casa a noite e encontrar tudo escuro, sem que a pessoa consiga enxergar nada que esteja a sua frente.

6. Hábitos de segurança para prevenir crimes
É muito importante que você incorpore na sua rotina alguns hábitos que não te colocam em situação de vulnerabilidade. Por isso, além da instalação de alarmes residenciais, fique atento ao entrar e sair de casa, é comprovado que esses são os momentos em que os marginais mais atacam, justamente pelo proprietário estar mais relaxado e menos em alerta.
Não abra o portão ou a garagem se perceber a circulação de pessoas estranhas ou em atitude suspeita. Se tiver um alarme de pânico, ao menor sinal de perigo dispare o sinal. É sempre bom agir de forma preventiva.

7. Não relaxe dos cuidados
Cair numa rotina pode ser um dos fatores mais perigosos para a segurança. É preciso estar sempre alerta quando o assunto é conviver com a criminalidade que estamos expostos nas grandes cidades. Por isso, não chegue e saia todos os dias no mesmo horário, não mostre os seus hábitos e deixe que as pessoas saibam os seus sistemas de segurança para não se tornar um alvo vulnerável.
Evite compartilhar informações sobre a sua vida e sua rotina para não se tornar um alvo de criminosos que estão mapeando possíveis vítimas, principalmente através das redes sociais.
Garanta sua segurança com a instalação de alarmes residenciais e se possível, que eles estejam ligados a centrais de monitoramento que possam prestar atendimento rápido em caso de emergência.

Gostou deste texto sobre os benefícios do alarme residencial? Então aproveite para compartilhar este post com os seus amigos usando as redes sociais.